Ética

A Associação Brasileira de Criptoeconomia, ABCRIPTO, oficializa código de ética e conduta com o objetivo de promover a autorregulação do ecossistema por meio de normas e procedimentos a serem observados pelos colaboradores, diretores, conselheiros e associados. 
Para eliminar burocracias e ser um marco na disrupção, o código será assinado via Blockchain. Com a criação do código, a associação também abre espaço para que regionais sejam criadas e que cada estado possa ter seus próprios grupos de trabalho, fomentando assim o mercado da criptoeconomia no Brasil.
“Após a união das maiores empresas ligadas ao ecossistema, sentimos a necessidade de uma autorregulação pautada na ética e transparência. Precisamos que todos os indivíduos ou empresas trabalhem da mesma forma, com uma voz única, para que possamos conquistar nossos objetivos”, comenta Natália Garcia, vice-presidente da ABCRIPTO.

Além do Código, o comitê de ética ficará responsável por analisar condutas anti-éticas por parte de associados, e tomar as medidas necessárias.

Para conhecer as outras iniciativas da Abcripto, clique aqui