Search
  • secretariaabcripto

Nota ABCripto

Após audiência pública realizada dia 11/9/2019, na Câmara dos Deputados, em Brasília, a Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto) vem a público esclarecer que o dado citado durante os trabalhos - de que cerca de quatro milhões de pessoas teriam sido vítimas de esquemas de pirâmides no Brasil - não pertence à Associação, mas foi publicado na reportagem “Novas pirâmides prometem lucro de até 50% com investimentos em bitcoin”, publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo dia 16/7/2019.


À entidade cabe ressaltar que, considerando o momento atual, não há dados oficiais do setor que possam comprovar o número, mas também é importante reconhecer que existem agentes mal intencionamos. Assim, nosso papel como organização representativa do mercado é abrigar, no quadro de associados, empresas que estão de acordo com as boas práticas dos mercados financeiros tradicionais e, em conjunto com as autoridades, combater justamente qualquer esquema que lese consumidores. Cabe ainda ressaltar que esquemas de pirâmides são relatados há décadas em diversos outros segmentos e que, dessa maneira, não se pode responsabilizar o setor de maneira generalizada.


Como temos dito, é preciso, diante do crescimento dos criptoativos no Brasil, separar o joio do trigo e buscar sempre aprimorar o conjunto de práticas positivas e que contribuirão para reduzir o mau uso do mercado e aumentar o número de empresas éticas e responsáveis.


Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto)


13 views